AUTOMAÇÃO É PARA TODOS!

Foto por Lukas em Pexels.com

Engana-se quem pensa que só os grandes estabelecimentos devem estar automatizados. O consumidor está cada vez mais exigente. Hoje o cliente quer encontrar uma variedade maior de produtos à sua disposição, deseja ser mais bem atendido e, principalmente, procura sempre preços mais compatíveis. Um sistema automatizado facilita a gestão do negócio, consequentemente, a satisfação do cliente.
Não há mais razões para que os pequenos e médios Comerciantes deixem de investir em automação. A automação comercial deve ser encarada como um importante
investimento pelo comerciante empreendedor que pretende, por meio de um controle efetivo de suas operações comerciais, modernizando a gestão buscando eficiência e eficácia.
A automação comercial pode ser entendida como um esforço para transformar tarefas manuais repetitivas em processos automáticos, realizados por uma máquina. Isto que dizer que, tarefas que são executas por pessoas passíveis de erro como digitação de preços dos produtos, quantidade de itens, uma simples anotação de peso de uma mercadoria ou mesmo o preenchimento de um cheque, na automação comercial são
feitas por computador com total eficiência e maior velocidade.
Uma tendência cada vez mais presente nas empresas que buscam o sucesso. A automação melhora o dinamismo dos serviços oferecidos, reduzindo filas, tempo de espera, acelera a emissão de notas fiscais, entre outros.
Existem muitas opções que possibilitam essa facilidade: caixas eletrônicas isoladas ou integradas, impressoras para preenchimento automático de cheques, impressoras de
notas fiscais nos caixas, código de barras nos produtos, banco de dados sobre cada produto ou serviço e cadastro de clientes.
Para uma pequena fabrica de chocolates com vendas no varejo, deve-se procurar softwares de custo acessível e compatível com o porte do negócio. É muito difícil administrar esse tipo de negócio sem controle de estoque.
Atualmente, existem diversos sistemas informatizados (softwares) que podem auxiliar o empreendedor na gestão de uma fábrica de chocolate.
Antes de se decidir pelo sistema a ser utilizado, o empreendedor deve avaliar o preço cobrado, o serviço de manutenção, a conformidade em relação à legislação fiscal municipal e estadual, a facilidade de suporte e as atualizações oferecidas pelo fornecedor, verificando ainda se o aplicativo possui funcionalidades, tais como:

  • Controle de mercadorias;
  • Controle de taxa de serviço;
  • Controle dos dados sobre faturamento/vendas, gestão de caixa e bancos (conta corrente);
  • Emissão de pedidos;
  • Lista de espera;
  • Organização de compras e contas a pagar;
  • Relatórios e gráficos gerenciais para análise real do faturamento do estabelecimento.

fonte: sebrae.com.br

Publicado por tillamo

Especialista em deixar sua vida mais agradável!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: