Foto por Porapak Apichodilok em Pexels.com

Oito milhões de toneladas de plástico vão parar ao fundo dos mares todos os anos. Oito milhões (sim, isto mesmo!!). O planeta está, portanto, em perigo. E Você (sim, você mesmo) é parte desta mudança.

Substituir o plástico por embalagens e produtos mais sustentáveis entranhou-se em discursos que pedem mais respeito pela natureza. Há mil e uma razões para insistir nos cuidados a ter com o planeta. Os avisos vêm de todo o lado, sustentados em previsões e estudos de especialistas. E não se brinca com coisas sérias. Até 2050, os oceanos terão mais plástico do que peixes. Uma garrafa de plástico demora 450 anos a decompor-se. Por isso, deve-se passar a mensagem de que é preciso e possível comprar menos plástico. Não é difícil, pode ser mais barato e alegra o ambiente.

Foto por Quark Studio em Pexels.com

Higiene: do shampoo às escovas

O Banheiro pode ser um deposito de plástico. Frascos plásticos para todo lado. Não precisa ser assim. Há shampoos sólidos, desodorantes em frascos de vidro, discos de algodão reutilizáveis, esponjas naturais para esfoliar a pele, cotonetes de bambu ou papel, pasta de dentes embalados em papel cartonado ou naturais. E ainda escovas de dentes feitas de bambu, que demoram poucas semanas a decompor-se.

Foto por fauxels em Pexels.com

Alimentação: viva o aço e o vidro

Pratos de plástico, copos de plástico, talheres de plástico. É mais simples e dá menos trabalho. E quem sofre é o ambiente. Opções? Pratos de vidro, talheres de bambu ou de madeira, palhinhas de bambu ou de aço inoxidável. Garrafas de plástico podem ser substituídas por garrafas de vidro, de aço inoxidável, de silicone. Na hora do café, nada de plástico na máquina: há cápsulas reutilizáveis ou capsulas do sistema ESE em papel. Os produtos de limpeza podem igualmente contornar o uso do plástico. É o caso dos esponjas para louça feitos com materiais reciclados (com restos de garrafas de plástico e de estofamentos) e embalados em papel. E na hora das compras, sacos de pano fazem um bom trabalho e não agridem o ambiente.

Foto por Pixabay em Pexels.com

Escola: reciclar para escrever

Por cada ano letivo, dezenas de cadernos, milhares de folhas… e muito plástico. Papel reciclado é uma boa opção. E as canetas de plástico? Se forem recicláveis menos mal, mas há várias possibilidades. Canetas de madeira de bambu natural, envolvidas em papel, feitas de fibra de trigo, com cartão reciclado, com cortiça. E para as brincadeiras, objetos de madeira, têxteis, tecidos, materiais amigos do Planeta.

Foto por Artem Beliaikin em Pexels.com

Vestir: atenção aos microplásticos

Grande parte das roupas contém fibras sintéticas, como nylon e poliéster, que, por sua vez, contêm microplásticos que vão parar ao mar. Reaproveitar roupa dos irmãos, primos, amigos, pode ser uma solução. Olhar para a etiqueta na hora da compra é aconselhável. Algodão orgânico, linho, fibras naturais, são boas escolhas. Nos pés, o calçado costuma ter solas de plástico, mas há alternativas. Cortiça, restos de pneus ou plástico retirado do mar são materiais que têm dado belas e ecológicas solas. Nos detergentes da roupa há todo um mundo de plástico, das embalagens às cápsulas que ainda não se vendem a granel. É preciso atenção e contenção para não ligar a máquina desnecessariamente. Há quem faça em casa detergente líquido para lavar roupa: com água, borato de sódio, carbonato de sódio, barra de sabão azul e branco.

fonte: https://tag.jn.pt/plastico-vamos-fazer-a-diferenca/

Texto: Sara Dias Oliveira

Publicado por tillamo

Especialista em deixar sua vida mais agradável!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: